Header Ads

SEJA BEM VINDOS AO NOSSO SITE! MARCOLÂNDIA EM ALERTA

Motorista do ônibus era amigo do prefeito morto em acidente; conheça a história de Chico Borges

A reportagem esteve no município de Santana do Piauí e em conversa com a esposa do motorista que dirigia o ônibus que colidiu com o carro do prefeito Chico Borges, matando ele na hora, disse que os dois eram amigos e que inclusive o seu marido havia votado nele na última eleição.

Ela afirmou que após o acidente na manhã deste domingo (1º/01), o motorista chegou em estado de choque na casa e disse que ele tentou prestar socorro, foi quando percebeu que o motorista do carro era Chico Borges e que ele já estava sem vida.
Dezenas de populares se deslocaram até o local do acidente
Amigos do motorista ligaram para o socorro, mas não tinha mais o que fazer. O corpo do prefeito eleito estava preso às ferragens e só foi retirado com a ajuda do Corpo de Bombeiros. Testemunhas afirmam que Chico Borges teria ido para a contramão ao tentar desviar de um buraco e não deu tempo voltar, quando houve a colisão com o ônibus.
A esposa do motorista disse que o marido estava em pânico e temia represálias. Ele foi a Picos e no dia seguinte se apresentou na delegacia, onde a data do seu depoimento foi marcada.
O motorista teria dito ainda que não estava correndo e que tinha ido pegar um grupo de pessoas que haviam participado de uma festa de réveillon em Picos, para levar para Santana do Piauí.
“Eu só entreguei para Deus, ele chegou em casa em pânico e disse que um carro pequeno bateu e que era o prefeito, Chico Borges, eu já comecei a passar mal quando ele falou. Ele está abaladíssimo, chorou pelo telefone, se questionou porque isso tinha acontecido com ele, eles eram amigos, e votou nele. Chico Borges era uma pessoa maravilhosa, humilde, solidária”, completou emocionada a esposa do motorista.
VEJA TAMBÉM:
CONFIRA A HISTÓRIA DE CHICO BORGES 
“E agora? Perdi meu filho”. A pergunta do homem que já passou dos seus 80 anos reflete o que de pior pode passar um pai ou uma mãe: perder um filho. Isso vai contra a natureza, afinal, o ‘certo’ é que primeiro morram os pais, depois aqueles que eles geraram. Mas para seu Raimundo Borges só restava lamentar. Aquele era para ser um dia de muito orgulho, mas se transformou no pior dia da sua vida. Pior até quando perdeu sua esposa, há mais ou menos 20 anos. Seu ‘caçula’, Chico Borges, de 42 anos, iria tomar posse como prefeito naquele dia, o político estava a caminho de casa antes de realizar o sonho, mas um grave acidente lhe tirou a vida, deixando toda uma cidade desolada.
Chico Borges nasceu no dia 04/10/1974 no pequeno povoado chamado Lagoa dos Marcelinos, município de Santana do Piauí. Anos depois a família mudou-se para Picos, 26 km de onde moravam, para que ele e seus quatro irmãos estudassem. Francisco Raimundo de Moura, seu nome de batismo, em homenagem ao anto protetor dos animais e ao seu pai, completou o ensino médio naquela cidade e começou a se dedicar ao trabalho.
Começando aos poucos, vendia produtos no mercado de Picos, até que se tornou um respeitável comerciante, que trazia verduras de Juazeiro (BA). Casou três vezes, do último separado recentemente e não tem filhos.

NASCE UM LÍDER POLÍTICO
Em 2008 se candidatou pela primeira vez a um cargo político, foi quando foi eleito vereador pelo PSB com 274 votos, sendo o quarto mais votado. Em 2011 ele assume a presidência da Câmara de Vereadores apenas por um ano. Em 2012 se reelege pelo PSB com 377 votos, primeiro lugar disparado. Em 2013 assume mais uma vez a presidência da Câmara, reelegendo-se para o ano seguinte, até que decide se candidatar a prefeito em 2016, agora pelo PTB.
Cheio de planos para o município, Chico teve que enfrentar o então prefeito da cidade, Ricardo (PMDB), que tentava a reeleição e já havia sido seu aliado político. A disputa pela prefeitura foi ferrenha e Chico contava com o apoio do senador Ciro Nogueira (PP) e o secretário Nerinho (PTB) para ganhar a eleição.
Foto: AgoraED
ELEIÇÃO APERTADA
No dia 2 de outubro, após a votação ser encerrada, a apuração foi tensa. Chico e Ricardo seguiam empatados, uma hora um passava, depois voltava, mas até o final o duelo foi complicado. O petebista ganhou. enfim, por nove votos e a comemoração tomou conta da cidade. Os dias seguintes foram de muito trabalho. Um dos seus sonhos era construir a sede da Prefeitura, que não possui local próprio, além de permitir que a população usufruísse com dignidade dos serviços públicos como saúde e educação.
No dia 31 de dezembro de 2016 Chico Borges acompanhou a virada do ano em Santana do Piauí. Muito animado com a posse no dia seguinte, cuidava dos últimos preparativos para a solenidade e convidava a população para participar. Segundo pessoas próximas, ele não bebeu naquela noite e ficou em Santana até o início da manhã, quando foi para casa do seu pai em Picos.
Foto: AgoraED

A ESTRADA DA SUA MORTE
A PI-375, que liga Picos a Santana do Piauí, tem um trecho de 18 km em condições inadequadas. São buracos em todo trajeto que inclui curvas fechadas e a ausência de acostamento. Por volta de 5h ele fazia o percurso que conhecia muito bem, passou por ali incontáveis vezes. Mas por um motivo ainda não tão claro, naquela manhã, o dia mais esperado da sua vida, ele foi parar na contramão, colidindo de frente com ônibus que vinha de Picos, morrendo no local. Alguns dizem que ele tentou desviar de um buraco, não dando tempo de voltar para o outro lado da via, outros dizem que o sono pode ter contribuído com o acidente. A verdade foi levada com ele para o túmulo.
Em vida, Chico Borges também lutou pelo recapeamento da via que já fez várias vítimas fatais. Vereadores afirmam que ele já havia conseguido que a obra fosse viabilizada, mas não houve tempo para evitar sua morte. A repercussão do fim da sua vida logo tomou conta do noticiário nacional.


PERDA IRREPARÁVEL
“Para o município de Santana é uma perda irreparável, era uma pessoas humilde. Para mim, além de político, a gente tinha uma relação bem estreita de amizade. Era um ser humano incrível, uma pessoa que fazia o bem sem olhar a quem, dentro das possibilidades ajudava todo mundo. Na família, ele era o filho mais novo, mas era a base, a família vivia em torno dele”, diz o primo Ricardo da Lagoa, vereador e primo do prefeito morto.
O lamento do pai não cessa e o legado de Chico Borges fica para a eternidade, não pelo que fez ou o que deixou de fazer, mas pela lição de que sua morte representa: amanhã pode ser tarde, o bem precisa ser feito hoje.

VEJA TAMBÉM:
ENTERRO DE PREFEITO ACONTECE SOB COMOÇÃO / LEIA MAISFoi enterrado no fim da manhã desta segunda-feira (02/01) o corpo do prefeito eleito do município de Santana do Piauí, Chico Borges, que morreu após um grave acidente antes de tomar posse.
Centenas de pessoas, entre familiares, amigos e a própria população, acompanharam o cortejo no cemitério simples no povoado Lagoa dos Marcelinos, onde nasceu e viveu boa parte da sua vida.
O velório, que aconteceu na casa do seu pai, Raimundo Borges, no bairro São José, em Picos, durou até o começo da manhã desta segunda, embalado por prantos pela morte do homem de 42 anos que chegava ao ápice da sua carreira política.
Durante o velório na Câmara de Vereadores de Santana do Piauí, população e políticos se espremiam no local para despedida da maior figura política daquela cidade.
Entoado por choro, aplausos e homenagens, o corpo descansa agora pela eternidade no município que ele tinha o sonho de tornar melhor para a população.



















ADVERSÁRIO LAMENTA MORTE / LEIA MAIS
Santana do Piauí vive um momento de extrema tristeza com a morte do prefeito eleito, Chico Borges, e o ex-prefeito, que deixou o cargo neste domingo, expressou suas condolências pelo falecimento através de uma postagem no Facebook. Todo o clima de rivalidade foi esquecido neste momento difícil.
Ricardo enfrentou Chico na última eleição, mas derrotado por uma diferença de 9 votos.
Francisco Borges faleceu neste domingo após grave acidente. Ricardo compareceu ao velório e através das redes sociais escreveu comovido. Ricardo entregou o cargo para a então vice, Maria José, assumir.
‘Meu amigo Francisco Borges, descanse em paz! Santana inteira está comovida e perplexa com sua partida tão precoce, tão imatura. Foi um prazer honroso fazer parte de seu ciclo de amizades. O que fica ‘Galego’ é as boas lembranças as experiências de vidas.’
450.png
GOVERNADOR PARTICIPA DO VELÓRIO / LEIA MAISO Governador Wellington Dias (PT) e a primeira-dama, também secretária estadual de Educação, Rejane Dias (PT), chegaram ao município de Santana do Piauí para participarem do velório de Chico Borges, prefeito eleito do município que morreu em um grande acidente neste domingo (1°/01). O casal chegou acompanhado de políticos como o secretário Nerinho (PTB), a deputada estadual Belê (PSB) e o refeito de Picos Padre Walmir (PT). O secretário de Justiça Daniel Oliveira e da Seid, Mauro Eduardo, também estão no velório.
“Lamento em primeiro lugar a a perda de um piauiense muito jovem né, 42 anos é praticamente uma pessoa com muito trabalho a oferecer ao nosso estado, muita dedicação. Ele, daquele jeito manso, tranquilo, uma pessoa que conquistou o seu espaço quando foi vereador, depois por essa boa articulação, uma eleição bem disputada e foi feita a preferência da maioria pelo Chico Borges. E a gente não poderia de estar hoje aqui, somando com o povo de Santana, nesse momento de muita dor e reafirmando os compromissos dele de trabalharmos aqui para garantir as condições que os sonhos que ele teve durante a campanha”, disse o governador.
A deputada Belê também falou sobre Chico Borges. “Eu confesso que fiquei bastante impactada, tivemos a oportunidade de trabalhar juntos nessa campanha, tivemos várias reuniões, comícios e cada vez eu saia mais encantada pela grandeza de espírito que tinha o Chico Borges, pelo seu talento, vontade de ver o município de campanha melhor. Essa tragédia nos abate e o que esperamos é que os sonhos deles sejam realizadas pela prefeita Maria José”, afirmou a parlamentar.

O secretário Nerinho falou do seu colega de partido. “O prefeito Chico Borges, além de ser um correligionário, do nosso partido, o PTB, virou um amigo pessoal, que sem sombra de dúvidas, que eu sou mais velho que ele, mas ele que me aconselhava, era uma pessoas que tinha sonhos e ideais determinados”, concluiu.







NOTA DE PESAR DO GOVERNO DO ESTADO
O Governo do Piauí lamenta profundamente o falecimento prematuro do prefeito eleito de Santana do Piauí, Francisco Raimundo de Moura, conhecido como Chico Borges, falecido em trágico acidente nesse domingo (1). Neste momento de dor e luto, nos solidarizamos com a família, amigos e com a população de Santana do Piauí, que depositava nele a esperança por melhorias no município. Chico Borges, que antes de sua eleição para prefeito, era vereador, sempre foi muito popular na cidade, o que aumenta a comoção e a tristeza no município. Pedimos a Deus força e conforto para que todos superem este triste episódio.
Governo do Piauí
NOVA PREFEITA FAZ DISCURSO EMOCIONANTE NO VELÓRIO
Agora prefeita do município de Santana do Piauí, Maria José (PP), teve que assumir a função de gestora em um dos momentos mais difíceis da sua vida. Ela estava preparada neste domingo para um discurso de posse como vice, mas devido o acidente que matou o prefeito eleito Chico Borges (PTB), teve que mudar seu discurso para uma homenagem ao companheiro.
Maria José fez as declarações durante o velório que acontece na Câmara Municipal de Vereadores de Santana do Piauí. Confira na íntegra:
O que a gente pode falar de um momento deste? Eu tinha preparado um discurso enorme, bonito, mas para a posse como vice-prefeita, não para um momento triste como esse.
Nesse discurso tinha uma parte em que eu vou continuar saudando meu prefeito Chico Borges, meu companheiro. Nesse trecho do discurso eu digo que já admirava ele desde a nossa trajetória de vereador, admirava as qualidades pessoais dele, suas postura na Câmara Municipal e que passei a admirar ainda mais na campanha.
Foi fácil identificar características que só em pessoas do bem se reconhecem. A gentileza, a humildade, os princípios rígidos de lealdade, a garra e a disposição para o trabalho, Trabalho esse que a cada dia ele se mostrava disposto a enfrentar, mesmo quando ele chegava e dizia que estava preocupado, ele me chamava de ‘minha vice’, e eu sempre dizia que o trabalho ia ser feito.

Eu dizia ainda no meu discurso que eu era uma vice-prefeita privilegiada, porque tinha alguém como ele havia se mostrado. Estou nesse momento vendo seu corpo e o espírito já está com Deus, mas já estou com muita saudade de você, das suas brincadeiras, da sua parceria, sua alegria.
Quero dizer através dessas palavras que ele terá em um uma admiradora, uma amiga, uma parceira. Quero dizer, prefeito Chico Borges, que sua experiência parlamentar e a sua vivência pessoal, serão essenciais para pautarem as decisões futuras que eu terei que tomar em seu nome, honrando o seu legado, a sua memória. Deixo meu abraço fraterno á família de Chico Borges, que muitas vezes se misturava, ninguém sabia quem era a família dele, nem qual era a minha. Hoje ninguém mais poderá chamar ele de forasteiro, porque agora, vai morar eternamente e Santana. Descanse em paz meu companheiro.
Maria José – Prefeita de Santana do Piauí


VELÓRIO REALIZADO NA CÂMARA DE VEREADORESÉ com muito pesar e tristeza que o corpo do então prefeito eleito Chico Borges é velado na Câmara Municipal de Santana do Piauí. O espaço pequeno recebe o caixão que está coberto por uma bandeira da cidade e centenas de populares se espremem para dar adeus ao político.
Várias pessoas passaram mal durante o velório e tiveram que ser amparados por conhecidos, como o irmão de Chico Borges. Vários políticos compareceram ao velório, como o secretário Nerinho (PTB), que foi quando a cerimônia era realizada em Picos. na manhã desta segunda (02/01) na Câmara, estão presentes o ex-prefeito de Picos, Gil Paraibano (PP), o prefeito de São Luís do Piauí, Renato, e a nova prefeita de Santana do Piauí, Maria José, que tomou posse neste domingo. O governador Wellington Dias (PT) e a secretária de Educação e primeira-dama do estado, Rejane Dias (PT), também são aguardados.



O corpo de Chico Borges foi velado durante toda a madrugada na casa dos seus pais em Picos e por volta de 6h seguiu para Santana. O enterro deve acontecer às 10h no povoado Lagoa do Marcelinos, onde o prefeito nasceu, após as homenagens que acontecem na sede do poder legislativo na cidade.
– Nova prefeita de Santana, Maria José, e ex-prefeito de Picos, Gil Paraibano

– Nova prefeita de Santana do Piauí, Maria José

– Prefeito Renato, de São Luís do Piauí











fonte:180



Postar um comentário

Postagem em destaque

BANDA BEIJO COM MOVIMENTONA SUA CARRETA TOP SHOW

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.