Header Ads

SEJA BEM VINDOS AO NOSSO SITE! MARCOLÂNDIA EM ALERTA

FERNANDO HENRIQUE VIRA CABO ELEITORAL DO PT


Dilma e Aécio na propaganda política da TV
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso terminou virando “cabo eleitoral do PT”. No primeiro programa eleitoral exibido na televisão, na campanha do segundo turno, o Partido dos Trabalhadores atacou politicamente o PSDB lembrando que FHC chamou os aposentados brasileiros de vagabundos, quando estava no poder, e agora, depois da eleição de domingo, chamou os eleitores da petista de “pobres e ignorantes”.
Na propaganda petista também foram ao ar depoimentos de 10 governadores eleitos no primeiro turno, que estão fechados com a candidatura de Dilma.
Já Aécio Neves começou seu programa lembrando sua história, quando ainda bastante jovem lutou pela democracia, ao lado do avô Tancredo Neves.
O tucano agradeceu os milhões de votos recebidos no primeiro turno e disse que a votação comprovou que os brasileiros estão querendo a mudança.
No final exibiu depoimentos de Eduardo Jorge (PV), Roberto Freire (PPS) e de representantes do PSB que estão apoiando sua candidatura no segundo turno.
Os programas, que devem ser decisivos na campanha, foram de altíssimo nível. Os marqueteiros dos dois lados capricharam. Se o PT apresentou um discurso mais politizado, o PSDB levou ao ar belíssimas imagens do Brasil ao som de uma música muito inteligente que cita todos os Estados da Federação.
Abaixo reproduzimos texto do Portal R7 sobre os programas exibidos nesta quinta-feira, dia 9, acompanhados do link com os vídeos no yotube.
DILMA ROUSSEF
Dilma começou destacando a vitória dela e do governador eleito Fernando Pimentel (PT), no primeiro turno, em Minas Gerais, terra de Aécio. Ao dizer que não faz “ataques pessoais ao candidato adversário”, Dilma elencou críticas ao governo FHC.
— Ele [Aécio] representa um governo que quebrou o País três vezes, que abafou todos os escândalos de corrupção, que privatizou patrimônio público a preço de banana, que causou desemprego altíssimo, arrocho salarial e recessão, que se curvou ao FMI [Fundo Monetário Internacional] e esqueceu os mais pobres, que não investiu nem na área social, nem na infraestrutura.
Um narrador do programa petista enfatizou os ataques ao ex-presidente.
— Quando era presidente, ele chegou a chamar os aposentados de 'vagabundos'. Agora, ao comentar o primeiro turno dessa eleição, FHC disse literalmente: ‘não é porque são mais pobres que votam no PT, mas porque são menos informados’. Ou seja, para FHC, os 43.267.668 eleitores de Dilma são ignorantes.
A presidente ressaltou avanços da gestão petista, mas admitiu problemas.
— Não quer dizer que eu ache que tudo está perfeito. Não está não. Estamos enfrentando dificuldades momentâneas na economia. A qualidade da saúde, da segurança e da educação ainda deixa muito a desejar.
Dilma ainda exibiu governadores eleitos no primeiro turno que são do partido dela ou da base aliada dela, como Rui Costa, da Bahia; Renan Filho, de Alagoas; Raimundo Colombo, de Santa Catarina; Marcelo Miranda (TO) e Wellington Dias (PI).
Confira o vídeo do programa:
AÉCIO NEVES
O programa de Aécio, exibido em seguida, começou falando de Tancredo Neves, avó do candidato.

— Há 30 anos, quando o Brasil sofria uma cruel ditadura e pedia por mudanças, um mineiro chegou e disse que se os brasileiros deixassem as diferenças de lado e se unissem sob uma mesma bandeira, nada poderia detê-los. [...] Tancredo Neves mostrou que nada é impossível quando o povo está unido. E hoje, 30 anos depois, justo quando o País mais precisa, aparece outro mineiro, neto de Tancredo, para denunciar o que está errado e fazer a grande mudança que o Brasil precisa.
Foram exibidos vídeos e fotos antigas, dos dois. Aécio agradeceu os votos recebidos e voltou a defender mudança. Ele não criticou diretamente Dilma, mas atores fizeram uma comparação.
— Dilma pegou um País que ia bem e que quatro anos depois está em recessão, parado. Aécio pegou um Estado [Minas Gerais] que ia mal e dois anos depois voltou a crescer. Dilma aumentou o número de ministérios e cargos políticos. Aécio cortou o número de secretarias e de cargos políticos.
A propaganda tucana encerrou mostrando os apoios recentes à candidatura de Aécio: dos candidatos derrotados na disputa presidencial, Eduardo Jorge (PV) e Pastor Everaldo (PSC); de Roberto Freire, presidente do PPS; e do PSB, partido de Marina Silva. Aécio também voltou a falar de Eduardo Campos ao ressaltar que o Brasil precisa de mudanças.
Abaixo o link com o vídeo do programa do PSDB:
(Fotos: Portal R7 Notícias)
Postar um comentário

Postagem em destaque

Músico é morto a facadas ao tentar apartar briga de casal

© Divulgação  Sanfoneiro Felipe Divino Mendonça de Melo tinha apenas 20 anos O sanfoneiro Felipe Divino Mendonça de Melo, de 20 anos...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.