Header Ads

SEJA BEM VINDOS AO NOSSO SITE! MARCOLÂNDIA EM ALERTA

VASCO E FLUMINENSE FAZEM COMPANHIA AO NÁUTICO

















O Náutico caiu, foi lanterna do Campeonato Brasileiro de 2013, mas está bem acompanhado. Ficaram com ele na segunda divisão a Ponte Preta, o Fluminense e o Vasco da Gama. A Série B no próximo ano terá um, dois ou três atrativos a mais.

Os alvirrubros de Rosa e Silva perderam tanto no brasileirão que nem mesmo o mais apaixonado torcedor acreditava numa despedida com vitória. Mas ela veio na Arena Pernambuco, contra o Corinthians, atual campeão do mundo. O Timbu pode estar caindo aos pedaços, porém quando pega a prestigiada equipe paulista é danado para se dar bem. O melhor da vitória do Náutico foi ver a gozação com os corintianos nas redes sociais. Foi como se o Coringão tivesse sido derrotado pelo Íbis.

A Ponte Preta já estava rebaixada, juntamente com o time pernambucano, mas Fluminense e Vasco só confirmaram sua descida neste domingo, na última rodada. O Flu não passou pelo Bahia e carimbou primeiro o passaporte para a segundona.

Coube ao glorioso Vasco da Gama a honra de encerrar o Campeonato. Houve uma briga feia entre torcedores no jogo contra o Atlético Paranaense, a partida atrasou e terminou bem depois das outras.

Foi engraçado e prazeroso ver o drama dos narradores esportivos do Sudeste Maravilha, com a queda dos clubes do Rio de Janeiro. Ninguém chora pelo sofrimento alvirrubro e dos pontepretanos, afinal times do Nordeste e do interior (mesmo que de São Paulo) têm mesmo a cara de sub, de segunda divisão.

Os locutores só faltaram chorar, como se a situação dos times do Rio fosse mais grave do que a seca que ciclicamente atinge o Nordeste, mais séria do que a falta de médicos nos hospitais, mas danosa de que a qualidade do ensino público no país.

Fred, jogador de seleção brasileira e do Flu, chorava como um menino que perdeu o pirulito. Em Santa Catarina, onde o Vasco jogou contra o Atlético do Paraná, alguma moças bonitinhas se debulhavam em lágrimas. Como se tivessem perdido o namorado, o marido, o pai ou a mãe.

Coitadinhas. É só um jogo. E os times do Rio de Janeiro são ricos, privilegiados pelos cartolas e pela televisão, provavelmente em 2014 já carimbam sua volta à elite do futebol.

Náutico e Ponte Preta é que não terão vida fácil. Segundo os narradores e comentaristas do Sudeste maravilhoso na Série B do próximo ano apenas duas vagas serão disputadas para acesso a Série A. As outras duas já estariam garantidas para o Flu e o Vasco.

No entanto as coisas nem sempre saem como manda o figurino. Não estava previsto que o Atlético do Paraná seria o terceiro colocado. Nem que o Goiás e Vitória da Bahia fariam melhor campanha que Santos, Flamengo, Internacional e outros gigantes do futebol brasileiro. Ninguém arriscaria o palpite de que o lanterna venceria o campeão mundial, mesmo com um time já mutilado e sem nenhuma motivação.

E o baile? Ah! Quem poderia prever que o Atlético paranaense, além de despachar o Vasco para a segunda divisão, fazendo a torcida carioca chorar, teria seu dia de Barcelona? Foi mesmo um passeio, com bola de pé em pé, gols construídos com competência e aparente facilidade, desnorteando completamente os adversários. A sorte do Vasco é que tem um bom goleiro, fez pelo menos três defesas incríveis e evitou um vexame maior.

O Campeonato teve graça até o final. O Cruzeiro conquistou a taça por antecipação, é verdade. Mas na última rodada teve um pouco de tudo: lanterna vencendo campeão do mundo, imagens de uma briga vergonhosa num estádio brasileiro, a queda do Fluminense e o implacável 5 x 1 do Atlético em cima do Vasco.

Alvirrubros: o consolo veio no fim. Com a vitória sofrida e inesperada na Arena Pernambuco e a certeza de que estaremos bem acompanhados na Série B.
Postar um comentário

Postagem em destaque

Músico é morto a facadas ao tentar apartar briga de casal

© Divulgação  Sanfoneiro Felipe Divino Mendonça de Melo tinha apenas 20 anos O sanfoneiro Felipe Divino Mendonça de Melo, de 20 anos...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.