Header Ads

SEJA BEM VINDOS AO NOSSO SITE! MARCOLÂNDIA EM ALERTA

Oportunidades de trabalho

1. Assistente Técnico Administrativo ou Analista e Assistente Técnico Administrativo

O Serviço Social da Industrial (SESI/CE) está selecionando profissionais, para trabalhar na Gerência de Recursos Humanos - Casa da Indústria, para as vagas de Assistente Técnico Administrativo ou Analista e Assistente Técnico Administrativo, de acordo com os pré-requisitos a seguir.

Grau de Instrução:
Assistente Técnico Administrativo: Ensino Médio Completo com cursos de aperfeiçoamento na área de atuação (Departamento Pessoal);
- Analista: Nível superior completo.
Experiência:
- Vaga 01: Mínima de 06 (seis) meses na área de Departamento Pessoal/Rotinas Trabalhistas.
- Vaga 02: Mínima de 06 (seis) meses na área de Departamento Pessoal/Controle de frequência.

Informações adicionais através dos fones:3421.5425 / 3421.5825, falar com Rita Mara e Stefanne.


2. Analista da Tecnologia da Informação

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/CE) está selecionando profissionais para trabalhar na Tecnologia da Informação - Casa da Indústria, para vaga de Analista da Tecnologia da Informação, de acordo com os pré-requisitos a seguir.

- Nível superior em Informática ou em qualquer área das Ciências Exatas com Especialização na área de Gestão de Projetos;
- Experiência mínima de 06 (seis) meses na função de Analista de Sistemas, Informações ou Negócios;
- Conhecimentos Necessários: Conceitos de redes, internet, banco de dados (linguagem SQL), Excel avançado (tabelas dinâmicas, procv, vba, macros) e Access básico; Conceitos de Sistemas nas áreas administrativas, financeira e RH; Inglês técnico; Análise de cenários e Tendências, visão de processos e modelagem de negócios, gestão e implementação de projetos, implantação de sistemas, análise econômica e priorização de metas, medição e acompanhamento de resultados; Domínio das principais tecnologias atuais.
- Conhecimentos Desejáveis: Microsoft Office ou Open Office.

Informações adicionais através dos fones: 3421.5425 / 3421.5825, falar com Rita Mara, Beatriz ou Stefanne.

Com informações do Sistema Fiec.


TRE cassa prefeito de Ararendá

"A Corte do TRE-CE, em sessão realizada hoje (29/8), cassou os diplomas do prefeito e do vice-prefeito do município de Ararendá, José Adriano Paiva de Aguiar e Almir Saraiva de Sousa, decidindo ainda que o presidente da Câmara Municipal assuma interinamente o cargo de prefeito do município.

Por unanimidade, os juízes do TRE cassaram o prefeito e o vice-prefeito de Ararendá, por abuso de poder econômico e captação ilícita de sufrágio (recursos nºs 956957058 e 955947396), e determinaram a realização de novas eleições no município."

Fonte: TRE-CE

Diretor de escola condenado por fraudar licitação para curso de professores em município cearense pede HC

"O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), é o relator do Habeas Corpus (HC 110080), com pedido de liminar, impetrado pela defesa de F.L.T., condenado por dispensar procedimento de licitação para celebrar convênio para a realização de curso de habilitação de professores leigos no município de Cruz (CE). À época dos fatos, ele era diretor de uma instituição de ensino superior, em Fortaleza. O HC pede que o Supremo decida pelo sobrestamento da execução da pena e, no mérito, que declare a atipicidade dos fatos praticados pelo condenado, por inexistência de prejuízo ao erário público.
De acordo com a denúncia, o diretor teria agido juntamente com o ex-prefeito de Cruz e a secretária de educação do município. Após o recebimento da denúncia, ele foi condenado por violação ao artigo 89, parágrafo único, da Lei de Licitações (Lei 8.666/93), a três anos e três meses de reclusão. A defesa questiona a ausência de dolo e a manifesta atipicidade da conduta imputada ao diretor, que não gerou qualquer resultado danoso ao patrimônio público – bem jurídico protegido pelo artigo 89 da Lei de Licitações.
Segundo o HC, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) manteve, após analisar a apelação, a condenação do diretor, decisão que transitou em julgado, devendo ele iniciar o cumprimento da pena. Para suspender o início da execução da pena de F.L.T., a defesa propôs um habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ), onde a liminar também foi indeferida.
No habeas, os advogados alegam que, para a configuração da conduta pela qual o diretor foi condenado, “o agente deve agir impulsionado por dolo, ou seja, consciente da ilegalidade do ato que está praticando”, o que para a defesa não ocorreu, já que o diretor “providenciou as medidas cabíveis e necessárias no sentido de consultar os órgãos técnicos oficiais antes de firmar o convênio”, sustentou a defesa.
Os advogados alegam também que o crime previsto na Lei de Licitações “somente é punível quando produz resultado danoso ao erário, inexistente no caso”. De acordo com a ação, no acórdão proferido pelo TRF-5 “não foram apresentadas suspeitas da ocorrência de intuito reprovável, visando produzir resultado danoso ao erário”.
A defesa ressalta, ainda, não haver notícia nos autos de que a instituição dirigida pelo condenado tivesse deixado de prestar os serviços acordados com o município. Os advogados afirmam que a instituição, “à época dirigida por F.L.T., efetivamente ministrou cursos aos professores da rede pública e capacitou-os a exercer o magistério”."

Fonte: STF
Postar um comentário

Postagem em destaque

Marcelo Rezende morre aos 65 anos em São Paulo

Apresentador do "Cidade Alerta" lutava contra um câncer desde abril O jornalista Marcelo Rezende morreu neste sábado (1...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.